domingo, 25 de novembro de 2012

Dica de filme de hoje: imperdível, deslumbrante, tocante e emocionante

É até difícil falar do filme que assisti hoje, Direito de Amar, cujo o título em inglês é A Single Man. O filme me emocionou, me tocou e fiquei deslumbrada  pela luz, fotografia e imagens que aparecem na tela. Aluz que muda de laranja para tons acinzentados de acordo com as emoções do personagem principal, mostram sutilmente seus momento de esperança e tristeza.
Na verdade, já sabia que iria gostar muito do que iria sssistir, mas fiquei fascinada. Quero tê-lo em casa e poder rever milhares de vezes.
Trata-se de um filme dirigido por Tom Ford, ex-estilista da Gucci e hoje dono de sua  própria marca, que mostra na tela todo o seu bom gosto e sensibilidade. A trilha sonora é envolvente e perfeita. Os atores Colin Firth e Julianne Moore desempenham maravilhosamente seus papéis e a história é emocionante.
Colin Firth interpreta George, um professor homossexual que sofre a perda de seu grande amor e companheiro Jim e mesmo depois de alguns meses, ele não consegue superar o que aconteceu e está decidido a tirar a sua prórpria vida. George começa a planejar seu último dia, mas neste meio tempo algumas pessoas atravessam seu caminho.
Tom Ford consegue mostrar de forma elegante as relações homosseuais e nos faz apaixonar pelo professor depressivo.
Julianne Moore intepreta a vizinha e grande amiga de George, que também está desiludida com o amor e é amante apenas da bebida e do cigarro. Juntos os dois vivem cenas irreverentes e graciosas.
Acho que falar do figurino não é necessário, afinal tem as mãos do mestre Tom Ford, então já dá para imaginar como é impecável.

 

 
Além disso, não sei se deu para notar pelas fotos acima, todo mundo do filme é lindo, e Colin Firth está um charme e chiquérrimo!

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário